DOE SANGUE, SALVE VIDAS!

JUNHO VERMELHO

O mês de junho é marcado pela cor vermelha, simbolizando a campanha de incentivo à doação de sangue. A data foi escolhida para celebrar o Dia Mundial do Doador de Sangue, 14 de junho, foi no intuito de sensibilizar a população em benefício dessa causa e de agradecer àqueles que doam um pouco de si para salvar vidas. A data foi oficializada pela Assembleia Mundial da Saúde em 2005.

Esse mês foi escolhido por ser um período comumente com baixo índice de doações. Isso porque, com a chegada do inverno, muitas pessoas se tornam inaptas para doar devido à maior incidência de infecções respiratórias, além de esse mês coincidir com o período de férias escolares e, consequentemente, de viagem familiares.

A consequência direta disso é que os estoques nos bancos de sangue do país baixam, assustadoramente, chegando a faltar os tipos mais raros. É um ato humanitário e sobretudo sem riscos para quem realiza a doação. E esse gesto pode salvar vidas de pessoas submetidas a tratamentos, intervenções médicas, feridas e pacientes com doenças crônicas graves que necessitam de reposição ou transfusão.

Em um hospital, existem diversas situações em que o estoque de sangue se faz necessário e ter bolsas de sangue disponíveis é importante para garantir um atendimento adequado e suficiente para tentar reverter, solucionar ou amenizar o quadro de um paciente.

Como fazemos para aumentar a doação de sangue?

Mesmo sendo uma prática bastante conhecida, a doação de sangue ainda não é tão habitual para muitas pessoas. Segundo dados do Ministério da Saúde, publicados no site do Governo do Brasil, apenas 1,6% da população brasileira são doadores de sangue.

Dessa forma, campanhas de conscientização, como o “Junho Vermelho”, tornam-se ainda mais necessárias na tentativa de aumentar os estímulos à doação voluntária, mantendo os estoques de sangue em níveis mais próximos do ideal.

Qual a quantidade de vidas salvas por cada 1 doador?

Apesar de algumas pessoas acreditarem que a doação de sangue é de um para um, ou seja, cada doador auxilia apenas um paciente, isso não é verdade. Segundo o Portal de Saúde e Vigilância do Governo Federal, a cada bolsa de sangue doada, quatro vidas podem ser salvas. O sangue é um fluido constituído de várias células, tais como hemácias, plaquetas, entre outras, suspensas em um líquido (plasma). Após o colhimento do sangue do doador, essas partes são separadas e usadas para salvar a vida de diferentes pacientes, com necessidades variadas. É, por isso, que, a cada bolsa de sangue doada, 4 vidas podem ser salvas.

Quais os requisitos para ser doador?

Os requisitos principais orientados pelos hemocentros são muito parecidos em todo o país. Confira:

– Estar bem de saúde;

– Ter entre 18 e 65 anos;

– Pesar no mínimo 50 quilos;

– Não estar em jejum;

– Evitar alimentos gordurosos nas três horas anteriores à doação;

– Não estar incluído em grupos com ocorrência frequente de situações de risco para contaminação pelo HIV (vírus da Aids), como usuários de drogas;

– Não ter consumido bebidas alcoólicas até quatro horas antes da coleta de sangue;

– Tatuagem e uso de piercing são situações que não impedem a doação, mas esses casos são avaliados durante a triagem;

– Pacientes diabéticos, renais, cardiopatas graves, com câncer, bem como gestantes não podem doar sangue;

– Em caso de vacinação, deve-se esperar um mês para ser submetido à doação;

– Tratamento homeopático não impossibilita a doação, bem como o uso de outros medicamentos que devem ser analisados caso a caso durante a triagem clínica.

O SINDI-ASSEIO RMBH, a casa do trabalhador, acredita que doar sangue é um ato de amor ao próximo e, por este motivo, convida a todos os trabalhadores que representa, para doarem vida. Lembre-se de que nunca se sabe quem ou quando um ente querido ou nós mesmos poderemos precisar desse líquido vital. DOE SANGUE! DOE VIDA!

 

Onde doar sangue em Belo Horizonte e Região Metropolitana:

  • HEMOMINAS

Horário de atendimento: Segunda a sexta-feira: 7h as 18h
Endereço: Alameda Ezequiel Dias, 321
Bairro: Santa Efigênia
Agendamento Ligue Grátis: 155- opção 08

  • Hospital Júlia kubitschek

Horário de atendimento: Segunda a sábado: 7h às 12h
Endereço: Avenida Dr. Cristiano Rezende, 2505
Bairro: Araguaia
Agendamento Ligue Grátis: 155- opção 08

  • Estação BH (Shopping Estação BH – 4º piso do Shopping)

Horário de atendimento: Segunda a sexta-feira: 8h às 19h
Endereço: Av. Cristiano Machado, 11.833 – loja 4002 B
Bairro: Vila Clóris
Agendamento Ligue Grátis: 155- opção 08

  • Betim:

Horário de atendimento: Segunda a sexta-feira: 7h às 11h
Endereço: Rua Salvador Gonçalves Diniz, 191
Bairro: Jardim Brasília
Telefone: (31) 3512-1050

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − cinco =